Como defender seu filho dos abusos na internet

Postado em 18/07/2021

Como defender seu filho dos abusos na internet

Os abusos são frequentes, mas estão sob a mira das leis brasileiras. Saiba como é possível se defender das violências cometidas na internet

Basta um click para ferir quem está conectado à internet, tanto faz a idade. No caso de uma criança, o risco é maior: ingênua, ela acredita que tudo é permitidona rede - e acaba se tornando alvo de colegas da escola, que falam mal dela em um perfil criado com esse fim. "É exemplo rotineiro", conta Sandra Tomazi Weber, do escritório Patricia Peck Pinheiro Advogados, especializado em Direito Digital. "Mas o pior é que os comentários são disseminados por celular, ampliando o bullying".

Segundo o artigo 17 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), bullying é crime de difamação - e, se o infrator for menor, seus pais serão entendidos como responsáveis. Por isso, Cristina Sleiman, pedagoga e advogada de mesma especialização, ressalta: "A internet não é um mundo à parte, ao contrário. Cada um responde pela postura que assumir, tudo fica registrado e serve de prova". Com a ajuda das advogadas, indicamos a seguir como se defender dos abusos virtuais, sob o amparo das leis.

Outras Notícias

 

Estudo revela experiências de escolas de tempo integral
Postado em 10/11/2021

Ainda raridade nas redes públicas, o número de escolas de tempo integral tem crescido após o Plano Nacional de Educação - em trâmite no Congresso - prever que, até 2020, metade das escolas amplie a jornada escolar diária para o mínimo ...
leia mais »

Violência física e emocional na infância eleva chance de vícios na vida adulta
Postado em 31/10/2021

Estudo mostra que maus tratos na infância também triplica o risco de depressão na criança

Um estudo da Universidade de Queensland, na Austrália, descobriu que o abuso infantil físico e emocional pode até triplicar o risco de uma crian&cced...
leia mais »

É normal pré-adolescentes terem vergonha dos pais
Postado em 20/10/2021

Não querer dar beijo de despedida na porta da escola, nem a mão para andar ou atravessar a rua são alguns sinais de que seu filho pré-adolescente está crescendo e, pior, pode estar com vergonha dos pais. Os especialistas consideram o comportamento normal, mas pa...
leia mais »